Um exercício para o espírito

Proponho a vocês um exercício para o espírito, a fim de chegarmos em Rosh Hashana prontos para o “reencontro”.

Exercitemos nossos olhares para aquilo que aconteceu, e lembremos aqueles dias nos quais estávamos afastados e protegidos enquanto outros sofriam. Peçamos o perdão daqueles que porventura tenhamos permitido que sejam golpeados.

Lembramos aqueles dias passados quando nos afastamos de nossos seres amados, minando de obstáculos seus caminhos, porque estávamos assustados.

Procuremos e peçamos perdão; assim poderemos nos perdoar a nós mesmos por nossa insegurança e medos. Procuremos aquelas pessoas com as quais compartilhamos nosso trabalho e peçamos desculpas por nossas transgressões, analisando palavras ditas que as tenham ferido. Olhemos ao passado recente, algo que acabou de acontecer. Lembramos dos momentos em que enganamos alguém. Aqui devemos voltar a nos perguntar por que fizemos essa escolha, porquê desvalorizamos nossa palavra.

Lembramos os descobrimentos do exercício da Teshuvá realizado nos dias anteriores e assim nos preparamos para anular os compromissos que não conseguirmos cumprir, renovar aqueles que neste novo ano vamos conseguir realizar e direcionar nossa Tefilá aos portais do céu.

Até a hora da Neila em Iom Kipur, eles estarão abertos para nos conectarmos com a divindade; nada mais do que nos conectar conosco mesmo.