Qual poderia ser?

Conta-se que certa vez um comerciante que vendia as melhores hamburguês da estrada, tão ocupado com seu trabalho estava que não conseguia acompanhar as manchetes dos jornais, nem escutava rádio nem assistia TV.

Uma manhã chegando ao local de trabalho enxerga que o terrenobem ao lado estava sendo anunciado para alugar e diante de semelhante oportunidade , decide ampliar seu negócio, para o qual pede ajuda a seu filho que estudava na Universidade.  Ao chegar o filho lhe diz: "Pai, tu não escutas o rádio, nem lês os jornais? Estamos atravessando uma crise muito grave a nível global. 

O pai pensou: "meu filho estuda na Universidade, lê os jornais do mundo todo, assiste televisão e escuta rádio. “Deve saber o que diz”. Então comprou menos pão e menos hambúrguer. Renunciou a terreno que ampliava seu local, diminuindo assim seus gastos, e as vendas começaram a diminuir dia a dia. Ao sentir o que estava acontecendo, lhe diz a seufilho: "Estavas certo, agora me dou conta da crises que estamos atravessando. 

 

Se observarmos os fatos que nos mostram os meios de comunicação, podemos concluir, que o mundo está atravessando uma crise a nível global. Considero que isto é algo que não está dentro daquilo que podemos controlar, e quanto maior a crise, maior ainformação que procuramos, com a qual aumentamos nossa preocupação, aumentando nossas duvidas, exacerbando nossos medos e ampliando a sensação de incerteza.

 

Não sabemos o que acontecera e como podemos controlar esta situação e até nos tornamos monotemáticos. O que às vezes esquecemos de enxergar neste caos global, é que as crises financeiras não só atacam as economias dos países como também quebra nosso corpo, deprime nossos pensamentos e atenta contra nossa qualidade de vida. 

 

Albert Einstein dizia: “a crise é a melhor benção que pode lhe acontecer as pessoas como a os países já que traz crescimento pessoal e progressos. A criatividade nasce da angústia, e na crise que aparecem as inventiva, os descobrimentos e as grandes estratégias, quem supera uma crise, se supera a si mesmo. Na crise aparecem os desafios, os méritos e onde aflora o melhor que temos."

 

Qual poderia ser a oportunidade que surge dentro de esta crise?

Qual poderia ser o aprendizagem que nos deixa esta situação?

 

Shabat Shalom, Iehuda